703 20/1/2015

Uma parceria com:

Está na hora de você aprender Photoshop!

Deixe seu nome e e-mail que te informamos logo logo quando ele estiver pronto
Valorizamos sua privacidade. Seu e-mail não será compartilhado com terceiros!

Awesomenauts

A arte de agradar os fãs de cultura nerd

Awesomenauts rapidamente se tornou uma febre na Steam, com um número crescente de jogadores e fãs nos fóruns da página oficial e na página do Facebook. Um jogo indie nem sempre consegue chegar a esse patamar, e se chega, deve haver um motivo. Será que Awesomenauts é tão bom quanto falam ou é apenas fogo de palha, uma agitação explosiva e rápida que em breve será esquecida? Descubra agora como é a versão de PC!

Apresentação

Awesomenauts é um MOBA (Multiplayer Online Battle Arena), termo genérico utilizado para se representar um jogo em que times de jogadores escolhem um personagem e combatem com um outro time numa arena enquanto exércitos de minions se enfrentam dos dois lados com o objetivo de destruir a base inimiga. No entanto, Awesomenauts é diferente de outros MOBA que vemos por aí, como os famosíssimos League of Legends e Dota.

A primeira coisa que se destaca é que a jogabilidade é totalmente 2D e em plataforma. A arte é feita com desenho vetorizado e os planos de fundo parecem reproduzir uma animação 3D suavemente borrada.

Os cenários são visualmente diferentes e os personagens têm algumas diferenças de cor no corpo quando estão em times diferentes, como cabelo, tom de pele, e a coloração da roupa.

A história por trás da pancadaria se passa em 3587. Um grande conflito se espalha pela galáxia enquanto exércitos robóticos se enfrentam numa duradoura guerra pela supremacia, e chamam o mais poderoso grupo de mercenários do universo: os Awesomenauts.

O enredo é uma desculpa que funciona muito bem no universo proposto pelos desenvolvedores. Não há lacunas na história dos personagens, que são únicos e bem caracterizados.

Gráficos/Som

O jogo é visualmente lindo. Os times são identificados pela cor: Vermelho para o time da esquerda e Azul para o time da direita. Os personagens ficam ligeiramente diferentes em sua aparência além dos trajes: Como exemplo, o Xerife Lonestar têm seu cabelo mudado para branco no uniforme azul, enquanto no uniforme original (vermelho), seu cabelo é azulado.

Os personagens são bem diferenciados e remetem a desenhos animados, altamente caricatos, mas tendo um grau de originalidade louvável. Temos um xerife intergaláctico, um sapo rapper, um robô destruidor, um cérebro inteligente numa roupa flutuante, um macaco astronauta que usa aparelhos de alta tecnologia, uma surfista que atira bolas “eletrizantes” de eletricidade, uma sniper ladra, um camaleão quebrador de corações francês assassino, um allien com o QI de um plâncton que ama gatinhos e possui um traje-motorizado-secretária-google-tradutor... a gama é diversa e sempre está aumentando.

Todos os personagens possuem atuação de voz. As falas refletem a personalidade de cada um deles, dando rapidamente a ideia de quem é aquele personagem fora da arena. Há frases de quando o personagem renasce, abre a loja, compra um item, provoca um inimigo, e dos comandos rápidos para o time: defesa, ataque e socorro. Os personagens possuem frases hilárias, fazendo uma grande brincadeira com o jogador através de memes e citações de filmes famosos. Exemplos incluem a pequena Ayla gritando “Cale a boca e pegue meu dinheiro!”, Voltar, o Onisciente dizendo “Eu voltarei” com seu sotaque de Arnold Schwarzenegger e Genji gritando “Sua alma é minha!”, fazendo referência a Shang Tsung, da série Mortal Kombat

As atuações são muito boas. Os personagens novos têm a tradição de serem dublados por youtubers famosos que jogaram e apoiaram o jogo, como TotalBiscuit e Honeydew, do Yogcast.

Quando um personagem é selecionado, antes do jogo, toca uma música própria para aquele personagem: seu tema musical. Quando o jogador mata três inimigos em seguida sem morrer, uma versão remixada e mais animada dessa música é tocada. Essas músicas possuem uma qualidade incrível e combinam muito com a personalidade de cada personagem. Coco, a surfista, possui uma música com uma batida que lembra o Havaí, enquanto o viking Skölldir possui um Power Metal sueco como tema.

O fato dessas músicas tocarem em meio ao tiroteio do jogo traz um sorriso aos lábios do jogador, e o agita para mais ação, inspirando-o a jogar melhor naquele momento, levado pelo desejo de conquistar mais espaço ainda na partida.

Gameplay

Um homem com voz grossa faz uma contagem regressiva. No zero, um pequeno foguete de aterrissagem em formato levemente fálico cai do céu. Ao tocar o chão, seu awesomenaut está pronto para o combate.

O jogo tem uma mecânica semelhante aos MOBA's já presentes no mercado: dois times de três jogadores possuem suas bases, que constantemente enviarão tropas de tropas para o combate. Torres ficam estrategicamente posicionadas no mapa para impedir o avanço inimigo até a base, e são extremamente fortes, requerendo esforço coletivo para serem derrubadas. Quando uma torre é derrubada, um super-minion aparece para ajudar o time que derrubou a torre. Esse minion mais forte regenera vida e causa uma grande quantidade de dano em área.

Durante o jogo, ao destruir um minion inimigo, matar um inimigo ou esperar o passar do tempo, o jogador ganha dinheiro – aqui chamado de Solar. Os cubos de Solar podem ser também coletados no mapa, reaparecendo depois de cerca de um minuto.

Esse dinheiro é usado para que o jogador compre itens que modificam e melhoram o personagem em batalha. Existem itens de vida extra, regeneração de vida, mais mobilidade, mais dano para habilidades específicas e mais Solar por minuto.

Antes de começar o jogo, o jogador possui uma tela de seleção de habilidades para seu personagem. Cada personagem possui três habilidades: uma de ataque básico; uma habilidade A e outra habilidade B, além dos itens comuns presentes a todos os jogadores: vida, regeneração de vida, Solar por minuto, Solar Grátis e outros.

Essas habilidades A e B diferem grandemente entre os personagens, que já são bem diferentes quanto a agilidade, quantidade de vida, resistência e estilo de golpe. Alguns personagens atiram, outros batem corpo-a-corpo e outros ainda curam. Uns pulam alto, outros pulam duas vezes, e outros voam ou planam. As habilidades variam desde auto-destruição até um touro laser que empurra os inimigos antes de explodir, bola que cruza torres e paredes para te perseguir, armadilhas que te prendem no chão, campos que diminuem sua velocidade, dinamites que quicam no chão e uma miríade de outras habilidades.

A cada no mínimo três meses os desenvolvedores atualizam o jogo com um personagem ou mapa novo. Além disso, o jogo possui trajes compráveis como DLC, que trazem ainda mais graça aos personagens. Possuímos Genji, o invocador de borboletas com sua skin especial, baseada em Gandalf, o Cinza, da obra Senhor dos Anéis de Tolkien. Outros trajes incluem desde um sapo nadador, um camaleão mosqueteiro, um viking possuído por forças ocultas, uma menina de nove anos com trajes de monge shaolin e muito mais. As mudanças cosméticas não afetam apenas as roupas dos personagens, mas também suas habilidades, que ficam graficamente adaptadas ao traje escolhido.

Os personagens são extremamente equilibrados e sofrem mudanças de balanceamento mensalmente. Há um sistema de nível para o jogador, fazendo com que ele abra mais itens especiais que podem ser escolhidos para as habilidades dos personagens. Ao se chegar no nível máximo, há a opção de se voltar ao nível 15 e ganhar um rank de prestígio: uma medalha que impõe respeito aos seus adversários. No momento existem 10 prestígios.

Além disso, há um ranking global que faz o matchmaking (seleção automática de adversários pelo servidor). O ranking global divide os jogadores em ranks, sendo 9 o mais baixo e onde os jogadores menos habilidosos ficam, até o rank 1, onde apenas a elite se encontra.

Apesar de toda essa organização, o sistema de matchmaking é falho. Muitas vezes o jogador entrará num jogo online e no meio da partida aparecerá um oponente três rankings acima do dele e o atropelará com sua habilidade. Isso sem contar inúmeras partidas em que o jogador acabará jogando sozinho contra três oponentes ou enfrentará oponentes com prestígio muito maior. Isso acaba sendo frustrante, por isso fica aqui a recomendação de que sempre jogue com amigos. O jogo fica muito mais divertido e muito menos doloroso, caso seu interesse seja o ranking.

A jogabilidade é bem divertida e oferece uma curva de aprendizado dolorosa no começo, mas altamente gratificante após as primeiras cinco horas de jogo. A inteligência artificial é dolorosamente, surpreendentemente, avassaladoramente burra. Devia se chamar burrice artificial. Muitas vezes ela pulará em ácido ou se jogará contra torres, podendo causar ao seu time dor de cabeça ou boas risadas.

No entanto, algumas vezes, os personagens controlados pelo computador ficam absurdamente habilidosos, levando as tendências naturais do personagem ao máximo. O personagem tanque simplesmente parecerá não morrer. O assassino vai te matar no momento menos esperado. O sapo vai... pular. Alto.

Veredito

Awesomenauts é um jogo animador, divertido e merece a fama que tem. Ele não é ausente de falhas, mas após um certo tempo elas passam a aborrecer o jogador bem menos do que faria em outros títulos. O jogo possui uma comunidade divertidíssima e bem menos enfurecida do que a do League of Legends, além de desenvolvedores apaixonados. Às vezes há até a possibilidade de se trombar com um deles numa partida!

Os personagens possuem mecânicas de jogo muito diferentes, as músicas são maravilhosas, o visual é belíssimo. O esforço dos criadores para oferecerem uma história para cada personagem e para cada mapa é motivo de elogios. As falas são muito bem pensadas e muito bem atuadas. Awesomenauts pode acabar nunca substituindo League of Legends como o MOBA mais conhecido e jogado do mundo, mas está crescendo e crescerá muito mais no mercado: possui tudo que um jogo precisa ter e faz muito bem o que promete fazer – divertir o jogador, despertar paixão e competitividade numa mecânica inovadora para o gênero.

Awesomenauts possui o preço de R$16,99 na Steam, que é justíssimo tendo em mente todas as centenas de horas de diversão que oferecerá. É outro jogo indie que chegou fazendo barulho e não vai se calar tão cedo.

Uma parceria com:

Está na hora de você aprender Photoshop!

Deixe seu nome e e-mail que te informamos logo logo quando ele estiver pronto
Valorizamos sua privacidade. Seu e-mail não será compartilhado com terceiros!

9.3

Um dos melhores MOBA que existem hoje em dia. Merece toda a fama e respeito que vem ganhando.
  • + Batalhas muito divertidas
  • + Personagens carismáticos
  • + Trilha sonora impecável.
  • - Sistema de matchmaking falho
  • - Inteligência artificial estúpida.