713 20/1/2015

Uma parceria com:

Está na hora de você aprender Photoshop!

Deixe seu nome e e-mail que te informamos logo logo quando ele estiver pronto
Valorizamos sua privacidade. Seu e-mail não será compartilhado com terceiros!

Borderlands

À primeira vista, Borderlands é um shooter que não impressiona. Seus gráficos bastante característicos mostram personalidade, sim…os botões respondem bem e você pode atribuir poderes únicos aos personagens de acordo com a classe. Mas é só passar um pouco mais de tempo no planeta Pandora para entender que esse é um jogo que oferece muito mais pois considerando que o multiplayer é excepcionalmente divertido e o sistema de recompensas é incrível, com mais de cem mil armas disponíveis este é um jogo que necessita de um olhar mais aprofundado.

Apresentação

Você joga como um caçador de recompensas que viaja até o planeta Pandora em busca de um tesouro que pode não necessariamente ser tesouro ou mesmo não existir. Assim que começa, já é possível perceber como boa parte da ambientação do jogo será: planícies áridas ou cavernas igualmente desérticas e a população que habita este mundo pode ser resumida em animais bizarros que querem te comer e bandidos que só querem te matar.

Verdade seja dita. A história de Borderlands não é interessante e serve majoritariamente para dar um sentimento de progresso ao longo do jogo. Os personagens não têm suas histórias muito trabalhadas, o desenvolvimento é lento e não há muita emoção ou surpresas; para não dizer também que há momentos decepcionantes. Mas Borderlands não é um jogo que tem seu foco na história. Jogá-lo pensando em desenvolver uma proximidade com os personagens ou o mundo em si é uma forma não vai satisfazer jogadores um mínimo experientes. Este é um jogo de ação, onde a diversão vem do progresso pessoal e, de preferência, com amigos, já que é dos multiplayers mais legais por aí.

No início do jogo podemos escolher entre quatro classes: soldier, hunter, Siren ou Berserker. Cada um dessas vai dar ao jogador opções diferenciadas e poderes além de uma árvore de habilidades para desbloquear ao longo do jogo diferenciada. O caráter RPG do jogo se mostra forte nesse momento em que a cada level ganhado, novas armas, escudos ou habilidades podem ser usados.

Gameplay

Esse é o ponto forte deste jogo. A dinâmica de tiro, achar recompensas, aumentar de nível e atirar novamente é excelente. Com um número ridiculamente grande de armas, a cada inimigo que se passa a possibilidade de achar uma arma melhor é muito estimulante. Cada equipamento faz com que a forma de atirar mude e provavelmente chegará um momento que você encontra aquela arma que não quer mais largar de tão bem que ela se adapta ao seu jeito de jogar.

A cada level que se vai ganhando, os inimigos acompanham, fazendo com que o jogo nunca fique fácil demais. Além disso, aumentar de nível não é tão rápido, fazendo com que só sair pelo mapa buscando inimigos para melhorar é uma prática que não só é necessária as vezes mas como é divertida. Vale dar uma dica: todos inimigos tem algum ponto fraco que vai gerar em um hit crítico, mas use a criatividade para achar esse ponto em alguns ‘animais’ estranhos.

…mas o que faz esse jogo ir mais além é quando mais jogadores entram no seu jogo e compartilham as missões. Os inimigos ficam mais fortes, as recompensas muito melhores, ganha-se mais experiência e se houver qualquer desentendimento entre quem está jogando, é só resolver isso em uma disputa de um VS o outro a qualquer momento do game. Seja online ou mesmo duas pessoas em uma mesma TV, o multiplayer desse jogo surpreende e faz com que o jogo fique extremamente divertido.

Gráficos e Som

É só olhar um pouco para a tela para ver que há algo diferente nos gráficos de Borderlands. O estilo de desenho rústico, cores neutras e detalhamento peculiar e complexo dos personagens e cenário chamam muito a atenção. A ambientação do jogo trás com muita fidelidade a proposta do planeta Pandora e, apesar de muitos cenários parecidos, o ótimo gameplay não o deixa cansativo. Já o som é composto por uma dublagem excelente, falas muito engraçadas e efeitos sonoros precisos. A trilha sonora tem seus bons momentos, mas ao longo do jogo não se destaca muito.

Veredito

Borderlands é um jogo que quem surpreende muito ao longo do tempo. Vale dar uma chance para esse Shooter de primeira pessoa pois o gameplay é um dos mais divertidos disponíveis, trazendo uma dinâmica de recompensas e upgrades que estimula o jogador a sempre querer mais. Se tiver amigos que queiram jogar também ou mesmo acesso ao multiplayer online, então esse é um jogo que não pode passar batido.

Uma parceria com:

Está na hora de você aprender Photoshop!

Deixe seu nome e e-mail que te informamos logo logo quando ele estiver pronto
Valorizamos sua privacidade. Seu e-mail não será compartilhado com terceiros!

8.3

Vale dar uma chance para esse Shooter de primeira pessoa pois o gameplay é um dos mais divertidos disponíveis
  • + Dinâmica de recompensas
  • + gameplay divertido
  • - história fraca