1552 4/12/2016

Uma parceria com:

Está na hora de você aprender Photoshop!

Deixe seu nome e e-mail que te informamos logo logo quando ele estiver pronto
Valorizamos sua privacidade. Seu e-mail não será compartilhado com terceiros!

Minha experiência com Star Citizen 2.5

Star Citizen, o jogo que foi financiando pelo programa de crowdfunding Kickstarter, já está disponível aos seus compradores iniciais há um tempo, mas só agora resolvi dar uma chance. Ele está na versão Alpha 2.5 e de alguma forma já apresenta elementos impressionantes. Vale mencionar que mesmo nesse estágio o jogo possui mais de 1 milhão de jogadores.

A proposta do jogo não é simples. Um simulador de aeronaves espaciais, um FPS (First Person Shooter), mundo persistente, melhores gráficos possíveis, minigames, economia galáctica e por aí vai. Realmente é muito para um jogo só, mas será que eles estão no caminho certo? É isso que fui atrás nesses últimos dias.

Eu vou começar aqui não falando das belas cenas que presenciei logo na entrada no mundo de Star Citizen, mas sim de sua comunidade. Fui recomendado a deixar uma mensagem no fórum do jogo me apresentando brevemente e logo muitos cidadãos desse universo começaram a conversar e interagir comigo, dando boas vindas e oferecendo ajuda. Eu já tinha sido alertado anteriormente que um dos grandes pontos do jogo era sua comunidade mas eu não tinha entendido o que isso significava até começar a conversar com as pessoas e ser chamado para integrar as Organizações.

Além do universo ser persistente, o que significa que as coisas continuam acontecendo por lá mesmo que você esteja fora do jogo, ele também é cheio de formas de interação entre os cidadãos do universo. Comércio, guerra, facções, organizações, religiões, coorporações e muito mais são uma funcionalidade que coloca os jogadores no centro de tudo e eu fiquei impressionado no tamanho e organização de algumas dessas entidades.

Eu dei uma olhada nos convites que recebi e resolvi entrar em três organizações. Entrei nos grupos do Discord de cada uma delas e comecei a receber inúmeras intruções, questionários e encorajamentos. Muitas dessas organizações possuem manuais, regras, histórias e muito conteúdo gerado e mantido pelos próprios jogadores. É como entrar em um jogo de RPG liderado por um bom mestre.

Existe uma estação de rádio 24h do jogo, programas semanais no YouTube, histórias, aventuras e conteúdos gerados não só pela imensa equipe do jogo mas também, e mais importante, pelos seus jogadores. Essa parte me deixou muito empolgado.

Ao entrar no jogo em si eu me deparei com uma mistura de admiração pelo visual do jogo e frustração pela dificuldade de fazer qualquer coisa. Ao mesmo tempo que eu fui andando pelos lugares, viajando com minha nave pelo universo e brincando com o minigame de corrida eu também não consegui fazer nada que queria. A dificuldade não é porque o jogo não possui muito o que fazer, mas sim por duas razões.

Em primeiro lugar o jogo não tem nenhum tipo de tutorial para você. Simplesmente te coloca em um menu com algumas opções que não significam muito e é isso aí. Vai lá e acha o que você quiser.

Em segudo lugar, e talvez até mais importante, os controles são bizarramente complexos. Olha isso:

Além de quase todas teclas do teclado fazerem alguma coisa, você ainda tem algumas teclas de modificação que alteram o teclado para ter mais funcionalidades. Ah...esqueci de falar, esses comandos são só para quando você está dentro de uma nave. Quando você sai da nave e está a pé os comandos mudam completamente e existem mais umas dezenas de possíveis ações que você pode fazer.

Eu entendo que isso é "preciso" em um jogo com esse nível de complexidade, mas achei um pouco desnecessário. Isso porque eu nem comentei que algumas teclas também funcionam de forma diferente se seguradas por mais tempo ou só um toque nelas.

Agora, juntando essa complexidade com a falta de tutoriais no início do jogo acabou gerando um sentimento de que eu teria que estudar durante algumas horas para começar a brincar e ao mesmo tempo justificou o "manual" do jogo de mais de 200 páginas que me foi fornecido quando baixei o jogo e, como normalmente fazemos, eu ignorei.

De qualquer forma eu parei o jogo, fui para o YouTube e comecei a assistir tutoriais. Após um tempo voltei e aí sim comecei a achar bem mais interessante as coisas. Os controles, após minimamente aprendidos, começam a fazer sentido e as animações, gráficos e efeitos sonoros são impecáveis! É um jogo que dá gosto de ficar até mesmo observando as coisas ao redor. É cheio de detalhes e com certeza irá crescer para ser um marco na história dos videogames.

Em breve vamos ter o lançamento de mais uma versão e olha só o que tem por aí:


Bizarro de doido!

Se você joga Star Citizen ou tem alguma dúvida sobre o jogo deixe abaixo nos comentários uma mensagem.

Divirta-se!

Uma parceria com:

Está na hora de você aprender Photoshop!

Deixe seu nome e e-mail que te informamos logo logo quando ele estiver pronto
Valorizamos sua privacidade. Seu e-mail não será compartilhado com terceiros!