538 20/1/2015

Uma parceria com:

Está na hora de você aprender Photoshop!

Deixe seu nome e e-mail que te informamos logo logo quando ele estiver pronto
Valorizamos sua privacidade. Seu e-mail não será compartilhado com terceiros!

Gaymer X, O Primeiro Evento para Jogadores Homoafetivos

Tudo começou em Agosto do ano passado quando Matt Conn, organizador, lançou um projeto no Kickstarter para a realização de uma convenção chamada GaymerX de videogames que discutisse as questões de inclusão e respeito com relação ao público homoafetivo. A modesta quantia objetivada de 25 mil dólares foi quase quatro vezes mais arrecadada, o que demonstrou que há muitos interessados na proposta e, então, o evento ocorrerá nos dias 3 e 4 de Agosto em São Francisco, Califórnia.

Em entrevista para o site Polygon, Conn disse que o GaymerX tem como objetivo criar um ambiente tranquilo e amigável para os participantes pois os eventos tradicionais, como a E3, acabam inibindo a expressão livre da homoafetividade por meio do preconceito geral dos jogadores e, algumas vezes, da própria indústria. Além disso, muitas grandes publicadoras e estúdios de jogos estarão presentes para expressar como veem considerando o assunto e propôr novas diretrizes para a abordagem.

Matt também disse que o público feminino enfrentou o mesmo preconceito há alguns anos quando começou a se tornar um número expressivo a gostar de videogames, o que abriu portas para novas concepções de personagem, roteiros e dinâmicas de jogo que não só priorizam os homens. Continuando, ele expressou que a realidade é que a maior parte dos protagonistas dos jogos são muito parecidos, imitando um ideal do homem militar, fortão, branco, hetero e ocidental. Contudo, não há mais exclusividade na prática de jogar um jogo digital para esse esteriótipo, o que vem levando à abertura de novas possibilidades para a escolha de protagonistas que melhor representem a diversidade.

Alguns jogos - especialmente os da BioWare, Dragon Age e Mass Effect - contemplaram as relações entre dois homens ou duas mulheres em seus últimos jogos e muitos outros estúdios estão seguindo a mesma linha quando o enredo possibilita essa diversidade. Contudo, o universo dos games ainda apresenta muita resistência em relação ao assunto. Recentemente - em um tema relacionado - a Marvel lançou uma revistinha em o Wolverine e o Hércules assumem um relacionamento e se beijam após matar o vilão mor. Essa situação fez com que muitos leitores até ameaçassem entrar na justiça contra a publicadora e, outros, ainda expressaram que eles acabaram com dois de seus mais icônicos personagens. Vale lembrar que essa história se passa em um mundo paralelo, uma prática comum que dá liberdade aos autores diversos dos mesmos personagens dos quadrinhos

Esse é o público que também se mostra contrário no caso dos videogames e, provavelmente por receio, muitas publicadores não se arriscam a tomar um passo adiante na demonstração dessa expressão natural de se gostar de alguém do mesmo sexo. Fiquem ligados no Gueime para mais eventos e aproveitem para discutirem esse assunto no nosso fórum e abaixo nos comentários!

Uma parceria com:

Está na hora de você aprender Photoshop!

Deixe seu nome e e-mail que te informamos logo logo quando ele estiver pronto
Valorizamos sua privacidade. Seu e-mail não será compartilhado com terceiros!